top of page
  • luandaeditores

STARTUP DE E-BIKE VANMOOF ENTRA EM PROCESSO DE FALÊNCIA


Foto: Divulgação/VanMoof


A empresa que entre 2020 e 2021 recebeu um aporte financeiro de 100 milhões de euros para investir na expansão da marca, nos últimos anos tentou levantar recursos para manter o negócio em pleno funcionamento

Texto: Joelma Farias

Fonte: Euronews


A VanMoof Bike, startup holandesa de bicicletas elétricas, com sede em Amsterdã, que atua principalmente na Europa, entrou oficialmente em processo de falência. A decisão, proferida por um juiz do tribunal de Amsterdã, se estende ao conglomerado, formado pelas empresas: VanMoof Global Holding BV, VanMoof BV e VanMoof Global Support BV. Os ativos serão vendidos a terceiros para que a empresa, fundada pelos irmãos Ties Carlier e Taco Carlier, possa continuar as operações.


Em comunicado feito pelos gestores da marca em 2021, durante o período da pandemia, revelou que havia quase 200 mil bicicletas da marca nas estradas, e que o objetivo dos fundadores era colocar 10 milhões de pessoas pedalando em suas e-bikes até 2026.


Entre 2020 e 2021, a empresa conseguiu arrecadar 100 milhões de euros em investimentos para que a startup atingisse a meta agressiva de expansão das suas operações. Mas, nos últimos anos, o gestores da marca buscaram investimentos para que a empresa continuasse funcionando.


Ainda não está claro qual o impacto que a decisão judicial pode representar para as operações do grupo, mas globalmente as lojas foram fechadas. A empresa garantiu que suas bicicletas permanecerão funcionais e que tentará manter o aplicativo online.


A VanMoof iniciou a sua história em 2009 fabricando bicicletas tradicionais, passando mais tarde a produção exclusiva de e-bikes. Os modelos da marca vêm com bateria embutida no quadro e são mundialmente conhecidos pelo design moderno e elegante. Atualmente, conta com cerca de 700 colaboradores.


As bicicletas da marca não estão disponíveis no mercado brasileiro.

Comments


bottom of page