top of page
  • luandaeditores

Projetos sociais promovem o ciclismo em Paulínia (SP)


Com raízes no Bicicross, as iniciativas locais se expandiram com engajamento comunitário e apoio de empresas


Conteúdo: Aliança Bike


Paulínia, no interior de São Paulo, é o cenário de uma trajetória inspiradora que combina ciclismo, engajamento comunitário e parcerias entre sociedade civil, iniciativa privada e poder público. Tudo começou nos anos 1980, quando um grupo de pais e empresários locais abraçaram o Bicicross (BMX), modalidade esportiva popular no município.


Da paixão e organização em torno da modalidade, nasceu a associação Paulínia Racing Bicicross em 1997, que desde então conquistou títulos e expandiu seus projetos para outras modalidades e para área de assistência social, fazendo da bicicleta uma das ferramentas para promover cidadania e engajamento.


Neste cenário, primeiro os consórcios com empresas privadas e então os projetos via lei de incentivo fizeram o trabalho da associação ganhar escalada e robustez. Além de formar atletas de elite, a Paulínia Racing Bicicross oferece escolinhas de bicicross e mountain bike, investindo na base para colher frutos nos pódios e na vida de tantos praticantes que encontram no esporte ensinamentos para suas carreiras e relações.


Ao longo do tempo, Julio Brustolin, ex-atleta, empresário e atual conselheiro de ética da Confederação Brasileira de Ciclismo (CBC), liderou esforços para diversificar as fontes de financiamento e garantir a continuidade das atividades. Hoje com uma população de 120 mil habitantes em Paulínia, a associação arrecada cerca de 4 milhões de reais por ano com projetos relacionados à bicicleta, mostrando que o ciclismo não é apenas um esporte, mas uma ferramenta de transformação que beneficia toda a sociedade.


Comments


bottom of page