XIAOMI LANÇA ‘MOTO’ ELÉTRICA POR US$ 420

Xiaomi A1 e A1 Pro

São dois modelos, A1 e A1 Pro, com velocidade máxima de 24 km/h e autonomia para 60 a 70 km. Preço é menor que o de um smartphone topo de linha da marca, como o Mi 10

A Xiaomi está lançando na China duas “motos” elétricas de baixíssimo custo. Os modelos, A1 e A1 Pro serão inicialmente comercializados na plataforma de crowdfunding da empresa, chamada Youpin, e produzidos por uma fabricante chamada 70mai.

As scooters pesam 52 Kg e tem velocidade de até 25 km/h, o máximo legalmente permitido na China para um veículo elétrico na categoria. A autonomia é de 60 km no modelo A1, que tem bateria de 768 Wh. Já o A1 Pro chega a 70 km com bateria de 960 Wh. As baterias são removíveis, e podem ser carregadas mesmo separadasdos veículos.

Xiaomi Modelo A1

Xiaomi Modelo A1

Ambos têm suspensão completa, freios a disco na frente e um computador de bordo com tela colorida, GPS integrado e controle de voz, embora o do modelo A1 Pro tenha tela sensível ao toque. Também há uma câmera 1080p nos dois modelos, para gravar imagens do percurso. A A1 Pro tem memória interna, enquanto a A1, o usuário precisa fornecer um cartão micro SD.

Mas o mais atraente nas motonetas é o preço: a A1 está disponível por um preço promocional de lançamento de US$ 424, embora o sugerido pelo fabricante seja US$ 523. A A1 Pro sai por US$ 566 no lançamento, e o sugerido é US$ 655.

Para se ter uma ideia, é o mesmo preço de um smartphone topo de linha da Xiaomi, como o Mi 10, que chegou às lojas na China pelo equivalente a US$ 570.

Matéria do site Olhar Digital

https://bit.ly/2xy1Kek


Top