Artigo Anderson (Sebrae) | Marketing de relacionamento para pet shops

andersonsebraeOs números do mercado PET no Brasil não são nada modestos. O último levantamento realizado pela ABINPET (Associação Brasileira da Indústria de Produtos para Animais de Estimação) revelou que em 2017 o faturamento do setor foi de R$ 20,3 bilhões de reais, o que representou um aumento de 7,9% quando comparado ao ano anterior. Estes números tão robustos fazem do Brasil o terceiro maior mercado mundial no segmento, oferecendo para muitos empreendedores uma excelente oportunidade de negócios.

Entretanto, para entrar e manter-se competitivo neste mercado, além de amar o que se faz, construir um plano de negócios, se especializar com cursos de aperfeiçoamento e conhecer o mercado, precisamos cuidar muito bem da gestão da empresa: Controlar o caixa e o estoque, controlar os custos, precificar corretamente, liderar pessoas e claro, pensar em boas estratégias de marketing.

Seja por desconhecimento, por falta de processos definidos ou ausência de um simples banco de dados, diversos empresários acabam cometendo um erro em comum: o relacionamento com o cliente termina quando a venda é efetivada. Não se pensa em continuar mantendo o cliente ativo na loja, em construir um relacionamento verdadeiro e duradouro, tentar fazer parte da vida do cliente, resolver seus problemas. Será que esta atitude é correta?

Esta questão é resolvida com o Marketing de Relacionamento. Marketing de relacionamento são todas as ações que o empresário faz visando construir e disseminar uma boa imagem de seu PET. Seu principal objetivo é tornar os clientes defensores e divulgadores de sua marca. Como isso é possível? Deixo aqui algumas dicas:

Dica 1 Conhecer mais a fundo os clientes: Esta é a tarefa que antecede toda e qualquer ação de marketing. Nisso, os pequenos negócios têm uma vantagem sobre as grandes empresas: Conseguimos construir um relacionamento mais próximo com nosso cliente de uma maneira mais fácil. Sabemos o nome, o nome do Pet dele, qual a ração preferida, qual o dia da semana ele mais compra. O que precisamos fazer é armazenar estas informações em um banco de dados que nos permita usá-las em ocasiões estratégicas. Nem precisa ser algo muito tecnológico. Pode ser uma simples planilha ou um caderno. Caso o movimento seja muito intenso, vale a pena investir em um sistema informatizado, que trará ganhos de tempo. O importante é registrar e usar as informações.

Ao contrário, você terá um monte de dados apenas ocupando espaço;

Dica 2 Segmentar e personalizar: A medida em que você constrói um banco de dados completo e atualizado, você poderá extrair informações preciosas dele. Segmentar quer dizer separar os clientes por grupos ou necessidades iguais, para fazermos ações de marketing mais direcionadas e de encontro as expectativas destes clientes. Por exemplo, você pode direcionar uma campanha utilizando cupons de desconto somente para donos de gatos idosos que precisam de uma ração especial, ou pode enviar um simples e-mail felicitando o dono e o Pet pelo aniversário deles;

Dica 3 Aproveite toda oportunidade: cada interação com o cliente é uma oportunidade para você conhecê-lo um pouco mais e conferir se os dados estão atualizados. Faça perguntas-chave ao cliente, do tipo: “Teria algum produto em especial que gostaria de ver em nossa loja? ”, “Como foi o atendimento, no que podemos melhorar? ”. Você pode se surpreender positivamente ao ouvir opiniões de seus clientes;

Dica 4  Treine sua equipe: Uma parte importante da experiência de compra e consequentemente de relacionamento com o cliente vem do atendimento a ele prestado. Aqui, cabe o cuidado do dono do negócio em treinar seus colaboradores. Vale a pena investir em cursos de capacitação (banho e tosa, comportamento animal, atendimento ao cliente) que forneçam as condições para que o funcionário esteja sempre alinhado aos objetivos da empresa e tente superar as expectativas do cliente;

Estas pequenas atitudes, sendo incorporadas à rotina de seu Pet Shop, contribuirão para que o você consiga cativar seus clientes de modo que estes o ajudem a vender mais e a conquistar novos consumidores. Boa Sorte!

Petmagazine ed 113

Top