Um ícone da imagem pet

meninoecachorrinho

O acaso, a fuga da rotina e a busca por novos desafios somados a um grande talento, fizeram com que Lionel Falcon encontrasse a sua verdadeira vocação como fotógrafo

Nascido em Buenos Aires, capital da Argentina e berço do tango imortalizado por Gardel, Lionel Falcon veio para o Brasil consolidar a sua carreira até se tornar referência em fotos de cães e gatos, conquistando respeito nesse segmento por aqui e também no exterior.

“Na década de 1990, estava cansado da rotina na qual me encontrava. Já havia experimentado inúmeros segmentos e por simples acaso cliquei uma celebridade e seu cão. Ele ficou tão atento aos meus apelos que despertou em mim o desejo de aprofundar os meus conhecimentos  para captar imagens de pequenos animais. A partir daí, comecei a desenvolver esta ideia que foi tomando forma”, conta Lionel.

O argentino veio para o Brasil em busca de oportunidades que o segmento pet poderia oferecer para a sua carreira, onde ampliaria as oportunidades e se especializaria nessa área. “Vim na intenção de conhecer o mercado brasileiro e aqui desenvolver e evoluir o meu projeto de fotografar pets. Conheci a antiga Pet Center Marginal (hoje com a nova denominação ‘Petz”), onde firmei parceria e montei o meu estúdio, lugar em que estou há 16 anos”, relata.

O fotógrafo acabou se tornando referência por aqui e também na Argentina, onde mantém estúdio e viaja constantemente para atender agendamentos de trabalhos. Em média, a cada 3 meses Lionel volta a Buenos Aires. “Por conta dessa trajetória com mais de 20 anos, acabei me tornando bem conhecido nos dois países”, confidencia.

Lionel possui um vasto banco de imagens, com diversas raças e espécies. Porém, o fotógrafo considera que ainda faltam alguns tipos para que os registros fiquem completos. “Mas ainda tenho fôlego para novos desafios nesta área”, argumenta cheio de energia e disposição, que é facilmente comprovada através do enorme número de participações em eventos dedicados a mostras de fotos, tanto no Brasil quanto no exterior. “Sempre recebo convites para expor o meu trabalho”, narra com uma pontinha de orgulho.

Lionel-by-Denise-GiorgioEm sua maioria, o profissional registra principalmente cães e gatos, mas qualquer bicho de estimação pode ter um book. Lionel não escolhe os animais que fotografa. “Não faço distinção deste ou daquele pet, o importante é ter harmonia no ambiente das fotos. Assim, proporcionar tranquilidade para o modelo se sair espontaneamente lindo para o registro”.

“É essencial pensar no antes, durante e também depois dos ensaios, ambiente calmo, com música suave, brinquedinhos, petiscos e muito carinho. Durante os cliques, sendo preciso e rápido, utilizando os brinquedos certos para chamar sua atenção, favorece tanto para mim quanto para o meu modelo” explica.

O fotógrafo revela que o maior complicador para a realização do seu trabalho é atrair a atenção dos bichos para as lentes da sua câmera “Sempre é um desafio conhecer novos modelos, um ou outro é mais calmo, outro mais agitado, mas na maioria das vezes com minha experiência sempre capto os cliques para um bom ensaio”.

A cada novo trabalho, uma nova história para ser contada pelo fotógrafo através das imagens. “Cada foto que fiz tem um carga emotiva. A dos dois basset ‘se beijando’ foi feita num dia em que eu estava muito sensível e necessitei canalizar isso de alguma maneira, e mais uma vez a fotografia foi minha opção”, recorda. A foto de capa desta edição da revista Petmagazine é de sua autoria. O registro foi a sua inspiração para montar uma exposição itinerante com imagens de crianças negras com cachorros claros. Um lindo contraste repleto de simbolismo.

Tendo como ofício a captura de imagens, Lionel faz um resumo de sua brilhante carreira.   “Em mais de 50 anos fotografando, com certeza houve inúmeras fotografias de outros autores que mexeram com minha sensibilidade, o amadurecimento de meu banco de imagens, a linha de produtos e as exposições, me levaram a outros horizontes”, reconhece influências externas em seus trabalhos.

Lionel conseguiu tornar as suas criações acessíveis a tutores de todas as classes sociais, tendo propostas em pacotes com orçamentos antecipados e com preços a partir de R$ 700,00. Custo módico para um trabalho artístico.

Como não é muito fácil encontrar profissionais especializados nesta área, Lionel se propôs a colaborar na formação de outros fotógrafos de pets somando as suas atividades no segmento que não se limitam as fotos. “Através do Workshop de Fotografia de Pets e Palestras, ofereço dicas que considero de suma importância para o aluno que deseja trilhar neste segmento, além da criação de novos temas para futuras exposições e o desenvolvimento de uma linha de produtos entre outros projetos”, finaliza o artista especialista em capturar e perpetuar imagens.

Edição 111 | Petmagazine

Top