Rok Bagoroš, stunt rider da KTM, conta a trajetória de seu sonho em documentário

 


“Eu sempre quis contar a minha história para um vasto público. É tudo sobre um simples desejo de dizer ao mundo que tudo é possível.”, diz Rok Bagoroš, embaixador oficial e stunt rider da KTM, sobre o documentário “Living the Dream”, ou Vivendo o Sonho, em tradução livre, produzido pela Bufalos para Webmotors.
Rok viaja o mundo com sua KTM DUKE, mostrando habilidade e completo domínio em duas rodas e, em vários momentos, apenas uma delas. O piloto sempre teve sua meta muito bem definida: tornar-se o melhor stunt rider do
mundo.
A ideia do documentário começou em uma breve entrevista com Rok no último Salão Duas Rodas, quando a KTM proporcionou um espetáculo exclusivo para os visitantes. “A equipe e eu nos encontramos pela primeira vez em São Paulo, onde eu realizava uma apresentação. Foi um “bromance” (gíria para “amor de irmãos”)
à primeira vista e eles começaram a seguir a minha rede social e canal no Youtube. Não demorou muito até eles me ligarem de Paris, perguntando: Rok, você está casa? Estamos a caminho, com nossas câmeras! Eles chegaram, mas
sem as câmeras, porque a companhia aérea perdeu a bagagem. Pegamos emprestado equipamentos de amigos e gravamos material suficiente para um pequeno documentário”, conta Rok.
Além da paixão, que é o propulsor de Bagoroš todos os dias, e é descrita no documentário, a história é ainda mais
bonita porque o Brasil é o berço do stunt rider e de A.C. Farias, um de seus maiores ídolos. O documentário foi
nomeado, sem intenção, pelo próprio Rok enquanto ele estava tentando descrever nas linhas iniciais o que tudo
isso significa para ele. Ele se apaixonou pelo esporte aos 15 anos e teve que dedicar muito trabalho antes que
pudesse comprar sua primeira moto. Quando ele sugere no curta que todos podem alcançar o que ele conseguiu,
é sua verdade de vida falando, muito mais do que palavras.

Top